Total de visualizações de página

À TODOS QUE PERMANECEM PRA SEMPRE JÓIAS RARAS

ESTE BLOG PERTENCE À TODOS AQUELES QUE ESTIVERAM EM NOSSA ESCOLA COMO PROFESSOR, FUNCIONÁRIO, ALUNO, PAI, AMIGOS...

DEIXEM SEU COMENTÁRIO E CONTRIBUAM COM FOTOS, FILMES...

Páginas

Pesquisar este blog

sábado, 1 de maio de 2010

A HISTÓRIA DE ARARAQUARA CONTADA POR ELA MESMA

Prefácio

Todos se preparam para festejar o meu 185º aniversário
Os escritores famosos usam palavras difíceis para escrever um livro.
As crianças não gostam dos nomes complicados e datas compridas que aparecem nos livros de gente grande.
Eu gosto das crianças.
Elas me trazem alegria. Nas escolas, nas casas, nos parques, ouço seu riso e suas vozes.
Durante a noite cuido para que durmam tranqüilas.
Durante o verão, acompanho-as até os clubes, piscinas, parques e jardins.
Quero muito que as crianças me conheçam e saibam que também já fui criança.
Assim conto-lhes eu mesma a minha história.
Tenho visto e feito coisas neste meuS 185 anos, mais é a 1ª vez que eu escrevo para crianças.
Se a minha história for apreciada, vou me sentir muito feliz.
Um abraço bem caloroso, afinal de contas sou a “Morada do Sol”.

Araraquara



PÁGINA 2

No principio só havia mato.
Mato e índio.
Sol, muito sol, terra roxa, rios e sertão.
E algumas montanhas que a tudo espiavam.

Por toda parte, os índios.
Índios que caçavam e pescavam no rio Mogi-Guaçu e Jacaré.
Índios que nadavam e dançavam.
Índios que às vezes brigavam.

Os primeiros habitantes das minhas terras foram os índios da nação dos Guayanás que me deram o nome de Araraquara, morada do dia, pois afirmaram que aqui o dia aparecia mais depressa.
O meu relevo que está situado no planeta ocidental, favorece a um por do sol magnífico.
Depois vieram os homens brancos, os primeiros exploradores, que se fixaram nas minhas terras, nos sertões de Araraquara nos fins do século XVIII.

Foi assim que eu nasci.
Um homem chamado Pedro José Neto chegou aqui por volta de 1817 e aqui se estabeleceu dando origem ao povoado que se tornou mais importante da região central de São Paulo.

Construíram algumas casas e batizaram-me de “aracoara” nome indígena, que quer dizer “Morada do Sol”, mais tarde mudaram para “Araraquara”.

Eu era uma cidadezinha pacata.
Pacata e sossegada. Sem barulho e sem poluição. Ficava localizada bem no centro do “Estado de São Paulo”.

Por mim passava rios limpos e não poluídos como Mogi Guaçu, Rio Jacaré, Cabaceiras, Chibarro, Ribeirão das cruzes.

Como uma criança ou como uma árvore eu fui crescendo.
As casas eram modestas.
A água vinha de longe e era apanhada em jarras e potes.
As ruas eram estreitas, sem calçamento e tinha nomes de pessoas ilustres como: Av. Duque de Caxias.

Muitas coisas importantes aconteceram aqui. Lembro-me de pessoas que moravam aqui como “Bento de Abreu”.

Lembro-me que passei por muitas mudanças.
Tive bons prefeitos que cuidaram de mim.
Uns mandaram abrir novas ruas.
Outros conseguiram iluminação para as ruas e casas.

Lembro-me de anos engraçados quando chegaram aqui os primeiros automóveis em1920. Eram barulhentos e andavam devagar pelas ruas de paralelepípedo.

Lembro-me de fazendeiros ricos, senhores do café que utilizavam as terras para o plantio do café, Depois de muito tempo o café foi trocado pela cana de açúcar.

Eu sou uma cidade privilegiada pela grande quantidade de árvores e praças.

Hoje sou uma cidade muito importante.
Sou a sede da 12ª Região administrativa do Estado.

Hino de Araraquara
Marcha-Hino
Letra e música de: Aparecida J. G. de Aguiar

Araraquara tu nasceste
De uma lenda e uma poesia
Crença tupi que além das serras
Surgindo o sol ali morava o dia
Tendo por bandeira a lenda
Aqui chegou Pedro José Neto
Sonhando ergueu a sua tenda
Sob teu céu o seu primeiro teto

Araraquara ensolarada
O sol é o teu coração.
As tuas tardes são douradas
És meu querido torrão.

Araraquara terra amada
Aracoara da língua tupi
Tu és morada, é manhã nascendo.
Nome acalanto que foi dado a ti
Amo meu berço natal
Onde pisaram bravos bandeirnt
Eu cantoas maravilhas tuas
Legado eterno desses teus gigantes

Araraquara ensolarada
O sol é o teu coração
As tuas tardes são douradas
És meu querido torrão.

Araraquara adorada
Tu és morada e filha do sol
Esplendorosa é tua alvorada
E repousante o teu arrebol
Creio no teu bravo povo
Na manhã e na tua glória
Teus jovens seguirão confiantes
Novos gigantes desta tua história

Araraquara ensolarada
O sol é o teu coração
As tuas tardes são douradas
És meu querido torrão.




O comércio é bom, com várias lojas, o Tropical Shoppin e o Shoping Jaraguá.
Há 2000 estabelecimentos com loja

Para levar as pessoas de um bairro para o outro eu tenho, ônibus elétrico e a diesel.
Veja alguns bairros que eu tenho: V. Xavier, São Geraldo, Santa Angelina, Carmo, Jardim Universal e etc.

Aqui há muitas indústrias como a Cutrale, a Nestlé, a Nigro e etc.

Eu também tenho, uma ferrovia, uma estação rodoviária, um aeroporto.
Na parte de saúde eu tenho 3 Hospitais, 14 centros de saúde.

Na área da educação eu conto com muitas escolas de 1º grau e 2º, pré-escolas, escolas particulares e Universidades Estadual e particulares.

Na parte da cultura eu sou uma cidade muito desenvolvida.
Eu tenho 2 teatros, 2 cinemas, 14 bibliotecas e etc.

Eu fui me desenvolvendo e não sou mais a mesma.
Hoje sou uma cidade bonita e moderna.

Se há uma coisa que não sai da moda nesta cidade é o trabalho para o desenvolvimento de Araraquara, pelos seus 185 anos de progresso!
No meu aniversário os meus filhos, o meu comércio, as minhas empresas, as indústrias enfim publicam elogios e enviam parabéns para mim nos meus jornais. “O Imparcial”, “O Diário”, “Tribuna Impressa”, A Folha da cidade” e outros.

Eu estive pensando em todas as pessoas que em 185 anos nasceram, cresceram, brincaram e trabalharam construindo a minha vida.
Pensei também nos pobres, nos desabrigados, naqueles que os caminhos distantes trouxeram aqui.
Pensei no bombeiro sem nome.
Pensei nos professores.
Pensei nas autoridades tão importantes.
Pensei nas igrejas tão belas
Pensei no povo daqui que se lembra de agradecer a Deus por tudo que Ele tem feito por mim e pelo povo.

Para você criança Araraquarense, cresçam e me queiram bem!
Cresçam e cuidem de mim. você criança, você adulto aqui é a Morada Do Sol.

História desta cidade não tem fim!
Hoje muitas pessoas, sem saberem, estão fazendo minha história trabalhando, estudando, brincando, pintando.

A continuação da minha história depende muito de vocês crianças, adultos, velhos, adolescentes, jovens.
Eu confio em vocês!

ATIVIDADE DESENVOLVIDA COM ILUSTRAÇÕES PARA A TURMINHA DO PRÉ.
ESTA ATIVIDADE FOI RETIRADA DE UM CADERNO DE UMA ALUNA DA E. E. ANTÔNIO LOURENÇO CORREA. FOI REALIZADA COM UMA TURMA DA TERCEIRA SÉRIE POR UMA PROFESSORA DA ÉPOCA QUE INFELIZMENTE NÃO TEMOS O NOME,PORÉM A NOSSA GRATIDÃO POR TANTA CRITAIVIDADE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário